terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Uma Aula de Auto-Ajuda

Na Telinha

Opaa, como na grande maioria do país a chuva não para de cair, nada melhor que um bom filme. E pra variar, como os filmes da Sessão da Tarde não estão lá essas coisas, o melhor caminho a traçar é correr a locadora mais próxima.

A dica de hoje é a excelente comédia-romântica A Verdade Nua e Crua, de Robert Luketic. O diretor optou por fazer um filme completamente descompromissado. E é por este motivo que funciona tão bem.

Na verdade, o filme funciona melhor se você já tiver lido algum livro de auto-ajuda que ressalva a diferença entre homem e mulher, tipo: Homens São de Marte e as Mulheres São de Vênus, etc., a partir daí, vemos que toda essa bobozeira não serve pra nada. Na verdade, nós homens já sabemos disso... rsrsrs

Gerard Butler e Ketherine Heigl exalam uma tensão tão grande, que aprimoram ainda mais a teoria da grande guerra dos sexos. 

Não consegui imaginar outro ator que não seja Butler no papel do machão Mike Chadway. O papel parece ter caído como uma luva para o ator. Aliás, o sucesso do filme se dá pelas frases de efeitos e verdadeiras sobre o que passa "nas cabeças" dos homens. Já Ketherine também tem um bom desempenho, mas arrasa mesmo é com sua dancinha - tomara que o Rodrigo Faro não tente imitar.

Fica a dica. Espero que gostem!
Boa sessão.

6 comentários:

  1. Olá Bruno,
    Diria que vim para questionar seu comentário, e claro, respeitando sua opinião.
    Bem, o livro que indiquei foi escrito há mais de um século, no entanto, traz uma mensagem atual. Na obra, um reverendo leva à sua igreja um desafio: seguir os passos de Jesus, fundamentando-se na pergunta “O que faria Jesus?”.
    No começo nem todos aceitaram. Alguns tacharam aquilo de fanatismo religioso. Outros consideravam impossível viver segundo Cristo, pois a humanidade era egoísta, e incapaz de sofrer a fim de obter uma vida de santidade.
    A palavra de Deus diz que temos procurar ser santos. Claro que nunca seremos totalmente santos. Porém, nosso esforço em ter uma comunhão sincera com Ele, conta muito. E nada melhor que nos espelharmos em Jesus, o homem mais santo que existiu e ainda existe, para nos referenciarmos.
    Como você disse, as pessoas levam seu ego à frente de tudo. Mas, cada um de nós, temos que refletir sobre nossas atitudes. Não é porque “toda a humanidade” está mergulhada no pecado, que você tem que pular de cabeça também. Fazemos a nossa parte, e depois o Senhor nos mostrará o próximo passo.
    Pra finalizar, não é difícil seguir os passos de Jesus (temos a Bíblia Sagrada como auxílio)... Mas quem disse que é fácil também!? A vida com o Pai exige esforços, sacrifícios, renúncias. Não é impossível! Tudo depende de mim, de você, de nós e, acima de tudo, da ajuda de Deus.
    Tenha um feliz 2011!Que seus sonhos se realizem, mas é claro que você não deve esperar que eles batam a sua porta... Corra atrás deles! Fique na paz de Cristo! Deus te ama!

    ResponderExcluir
  2. Fazia tempo que não tinha rido e esse filme foi show, assisti lá pro meio do ano, da hora, essa Katherine é linda

    ResponderExcluir
  3. Sempre passo por esse filme na locadora... Agora, depois da sua dica e do testemundo do Marcelo, posso garantir que o pegarei na próxima vez. Minha mania atual: trago sempre oito DVD's pra casa para aproveitar o desconto, hahahaha...

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi, mas está na minha lista como vários outros filmes...

    P.S.: Aqui em Salvador faz sol, muito sol!

    ResponderExcluir
  5. Fala Brunno...preparando as malas para o reveillon, mas antes resolvi passar aqui pra te desejar um feliz 2011...muito sucesso, muitas conquistas, dinheiro e saúde para você e para todo mundo que vc gosta...obrigado pelas visitas no 1/3 este ano...vamos ver se em 2011 nos conhecemos pessoalmente né?

    Sobre o A Verdade Nua e Crua, é uma das poucas comédias romanticas que eu gostei na vida...mto bom...e a Katherine é demais...adoro!!

    Bom finzinho de ano...

    Abrs

    ResponderExcluir
  6. Bem....

    Não curto comédia romântica, porém devo admitir que deu algumas risadas com o já óbvio tema.

    Ponto alto é atuação dos protagonistas e é claro a cena do jantar com o acessório inusitado.

    Boa dica para entretenimento.

    Bjo,

    Keli

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!