sábado, 7 de agosto de 2010

Invasão - Keli Wolinger

Quanta honra! Obrigada pelo convite Brunno, no momento bem representado pelo excelente trabalho do Alan (adoro muito vocês). Deixo minha contribuição neste espaço com muito carinho e espero que todos gostem e façam uma boa leitura beijos no coração.
PS: É inspirado em um momento da vida do querido Brunno.. hahah da sua amiga bruxinha :D

Dentro do que sou
Permita-me olhar em seus olhos e perceber
 que muito de mim ainda existe em você,
mas que o pouco de você que resta em mim me arremessa para o abismo.
Permita-me fechar os olhos e imaginar quão sublime é a sua ausência
sem o meu enlouquecimento
Permita-me dar a você apenas o meu silêncio, pois ele é imprescindível
aos seus ouvidos e essencial ao meu coração
Permita-me caminhar sem deixar rastros
eles denunciariam meu destino  encontro busco o recomeço
Permita-me ser um amontoado de falhas, porém
liberta de medos e incertezas
Permita-me deixar o coração livre, entretanto
prenda meus sonhos no amanhã
Permita-me anoitecer dentro de mim para
que as estrelas pareçam e elucidem meus sonhos
Permita-me trancar o amor dentro do peito e
jogar as chaves fora
Permita-me ser... apenas isso

Keli Wolinger

PS: Último dia para votar na enquete ao lado. Votem!

4 comentários:

  1. Ahh
    A Keli é ótima
    Ela tem um jeito de escrever que é único!
    Uhu...

    ResponderExcluir
  2. Belo poema. A Keli sabe o que faz!

    ResponderExcluir
  3. Grande Keliiii.... Minha bruxa preferida! hehhee

    Diário de bordo: Cheguei do Rio às 6 e as 7 já estava em casa desfazendo as malas e fazendo outra! Cheguei bem em Ipa, almocei com Ke em comemoração do seu niver, mais tarde fui para Pós... Estava chegando o fim da jornada, só falatava o casamento do meu primo. Bem isto até o momento é uma dúvida pq ele não quer casar!

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!