quinta-feira, 8 de maio de 2014

O Espetacular Homem-Aranha 2 X Capitão América: O Soldado Ivernal



Opaa... 2014 promete ser excelente ano cinematográfico pra quem é fã de super-heróis. Em abril e maio, foi lançado as continuações de Capitão América (Capitão América 2: O Soldado Invernal) e Homem Aranha (O Espetacular Homem Aranha 2: A Ameaça de Eletro). Caso não goste de spoilers, não continue lendo este texto!

Em CA2, conseguimos nos entreter com um excelente filme de ação/espionagem. Caso resolvessem tirar a história de super-herói como pano de fundo, a história certamente passaria por um filme deste gênero. Diferente do primeiro, este filme mostra-se mais interessante e ousado, e graças a Deus e ao bom senso dos roteiristas, sem aquelas enxurradas de piadinhas  típicas dos filmes da Marvel.

Se Chris Evans conduz um Steve Rogers de maneira impecável, Scarlett Johansson faz de sua Viúva Negra (Natasha Romanoff) o ponto alto do filme. A química entre os atores, somado à boa e segura direção dos irmãos Anthony e Joe Russo fazem de CA2 um filme mais maduro e um dos melhores da franquia Marvel. Realmente um filme adulto!

Agora, espetacular foi mesmo OEHA2. Sim! Particularmente achei espetacular e fantástico. Diferente da cagada que Sam Raimi fez em O Homem Aranha 3, Marc Webb soube distribuir três vilões num único filme, jogando luz (tá, foi um pouco superficial) sobre a verdadeira ameaça (Eletro) e criando ganchos para o futuro da franquia: O Sexteto Sinistro

O amigão da vizinhança estava em plena forma, e aqui, diferente dos filmes da Marvel, as piadinhas não soaram forçadas, pois fazem parte do universo do cabeça de teia. Outro ponto positivo da produção, é que ele foi feito para ser assistido em 3D. Vale realmente à pena. Diferente de outras produções em que a película é jogada em cima das imagens, neste filme ela foi calculadamente inserida, nos levando embarcar junto ao herói em suas aventuras por Manhattan.

As referências aos quadrinhos foram bem claras... o romance entre Peter e Gwen foi bem explorado. Andrew Garfield e Emma Stone exalavam um romance a cada cena... tudo foi caminhando para o final trágico da loira. E por mais que todas as referências estivessem ali (duende, capa, tiara) ficava difícil imaginar como a chocante cena seria jogada no ar. Mas quando foi feita, depois do choque inicial, foi perfeita. Uma das melhores adaptações dos quadrinhos já transportadas para as telas dos cinemas.

Vale muito a pena, tanto Capitão quanto Homem Aranha.

Bom fim de semana!!!

Um comentário:

  1. Olá, tudo bem? Esse tipo de filme não faz a minha cabeça.... Portanto, não posso comentar. Abs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!