sábado, 6 de agosto de 2011

Especial - Jonathan Henrique


Opaa... neste fim de semana a dica de leitura, ou melhor, a análise de literatura fica por conta do jovem, mas não menos sábio Jonathan Henrique (No Mundo de Alguém). Como disse anteriormente, o cara pode até ser jovem, mas sabe tudo sobre livros. Dos amigos que fiz aqui, ele é o nome mais indicado!

Mesmo sendo um leitor voraz, não me considero o mais indicado para falar de literatura. Mas já que o Brunno me engajou com esta missão, aqui vou eu.

De uns tempos para cá, vejo que as pessoas estão lendo mais... Não é uma coisa que se dica “Nossa, quantos livros, hein!?”, mas já é alguma coisa. Bom, claro, é o que eu penso. Me arrisco que a dizer que as adaptações para o cinema deram uma mãozinha...

Quem diria que Harry Potter conquistaria tantos fãs e que a tia Rowling se tornaria uma celebridade... Ou quem diria que Nicholas Sparks teria [quase] todos os seus livros transformados em filmes (Um Amor Para Recordar, Querido John, A Última Música etc.)... E não só estes autores, mas também tantos outros que ralaram para publicar seu primeiro livro.

Deixando os gringos de lado, no Brasil, me orgulho em dizer que há novos talentos surgindo, e são livros dos mais diversos gêneros (romance, fantasia, policial, chick-lit). O grande empecilho está na entrada desses escritores no mercado. Há muitas editoras, mas nem todas dão valor ao que é nacional, e quando dão, não é com o mesmo zelo do que se fosse um autor internacional.

Bom, um assunto puxa o outro... O que dizer do ensino da literatura nas escolas públicas? Há muito tempo que o Brasil erra, e feio. Pergunte a um cidadão qualquer o que ele sabe sobre Machado de Assis, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade...? Deveríamos crescer estudando-os e lendo-os. Não se pode obrigar alguém a ler livros como os desses autores apenas para dar notas aos alunos. É preciso lê-los prestigiando seus trabalhos.

A literatura mudou sim, mas ainda há muito que mudar. Afinal, o que seria do homem sem ela?
Bom fim de semana!!!

5 comentários:

  1. Vim aqui prestigiar o Jonathan e claro o seu blog (:
    vc escolheu a pessoa certa pra falar de livros.

    E Jonathan, realmente. Quando eu fui ver HP pela primeira vez n imagina que iria virar isso tudo *eu n tinha lido o livro ainda*, e Nicholas Sparks é o cara! Comentei isso esses dias, tudo que ele toca, ou melhor escreve, vira ouro.

    E com certeza, o Brasil tem autores ótimos que eu só descobri depois que fiz o blog. Paula Pimenta é uma delas, e n canso de falar isso hehehe

    Agora sobre esses autores e obras antigas, n gosto de muitas, você citou certinhos os autores que eu realmente gosto! hehehe

    Abraço (:

    ResponderExcluir
  2. A leitura deveria ser obrigação!
    Acho que ninguém obriga ninguém a ler porque se a pessoa não gostar do livro ou não de alguma forma se identificar não vai ler mesmo...

    Mas Drummond e essa turma é essencial né
    ...

    ResponderExcluir
  3. Brunno, foi um grande prazer contribuir com o Tô Ligado!
    Parabéns a você por manter este espaço... Que venham mais nivers!!

    Um grande abraço!
    @Jonathan_HGF

    ResponderExcluir
  4. Ótima postagem Jonathan!!
    Concord contigo quanto ao ensino nas escolas públicas, pois infelizmente vemos a literatura como algo distante e chato.
    Espero que possa mudar, mas quem fará essa mudança??
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  5. Após ler este post sinto-me motivado a ler um bom livro. Parabéns pelo post!!

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!