segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

O Renascimento do Fenômeno

Opaa... nestes últimos dias fomos surpreendidos com a notícia de que Ronaldo Fenômeno aposentaria as chuteiras e deixaria de jogar futebol profissionalmente.

Pois bem, vários rumores maliciosos surgiram, dentre eles, o medo da torcida desorganizada do Timão, e o mais comentado, o sobrepeso do jogador.

Em uma entrevista coletiva emocionante, Ronaldo declarou ser portador de Hipotireoidismo, um distúrbio causado pela diminuição de hormônios produzidos pela tireóide, que são responsáveis pela regulamentação do funcionamento de praticamente todos os orgãos. A diminuição destes hormônios causam uma baixa em nosso metabolismo, ocasionando cansaço, desânimo, aumento excessivo de peso, infertilidade, fala arrastada, dentre outros.

No caso do Hipertireoidismo, acontece justamente o contrário: a glândula Tireóide produz mais hormônios que o organismo necessita, levando o indivíduo a sentir deificuldades para dormir, fadiga, diarréia e perda de peso. Geralmente, o Hiper ocorre em maior frequência entre as mulheres.

Para ambos os casos, o tratamento decorre através de hormonioterapia, o que, conforme sabiamente foi explicado por Ronaldo, o acusariam de dopping, fato que o fez aposentar precocemente.

O caso do Ronaldo, além de nos informar melhor sobre sua doença, serviu também como um tapa de luva em todos aqueles que o julgaram - inclusive este que vos escreve - por estar acima do peso, e me fez reconhecer o tamanho da humildade de Ronaldo Nazario.

Tenho certeza que, repetindo seus atos anteriores, Ronaldo renascerá novamente e voltará a brilhar, mesmo que seja fora dos campos.

Boa semana!

4 comentários:

  1. Realmente o Ronaldo hj deu um bom exemplo de humildade, o que tem sido raro...
    Ó amigo, excelente nova coluna, tava faltando algo relacionado a saúde mesmo, boa dica.
    Suce$$o!!

    ResponderExcluir
  2. Eae...
    Lembra dessa propaganda?

    http://www.youtube.com/watch?v=uVtrvfCEOC0&feature=related

    viva o Fenômeno

    ResponderExcluir
  3. Com certeza ele será para sempre lembrado como o fênomeno em campo e fora dele brilhará onde quer que esteja (eu acho que ele poderia se tornar técnico da seleção futuramente)...mas olha que engraçado: ontem no jornal nacional, o médico da CBF responsável pelo exame antidopping revelou que o remédio do tratamento hormonal que Ronalldo teria que fazer parar tratar o problema da tireóide nunca esteve na lista de "medicamentos proibidos"...vai entender né??

    OBS: Porque você não gosta que mocinhos e mocinhas morrem nos finais dos filmes?? Tá assistindo muita novela hein:?? A realidade é cruel meu amigo...rsrsrrs

    Abrs

    ResponderExcluir
  4. Admiro o Ronaldo,

    Nunca o critiquei pelo fato de que sei o que acontece "por de trás" do futebol que conhecemos. O que aconteceu ao fenômeno foi decorrência dos anos de treinamentos e medicações usadas para ganhar músculo e forma rápido fora do país. Soma-se a isso as lesões e o tempo se jogar, fora a pressão psicológica que ele sofreu para cumprir um contrato do qual ele ao menos estava interessado.

    Aplausos para Ronaldo que fez a coisa certa, jogou a toalha e retirou-se do campo ainda em tempo.

    Abraços

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!