sábado, 24 de setembro de 2011

Especial - Keli Wolinger

Opaa... sábado lindo para encerrar (FINALMENTE) as comemorações do 3° ano do Tô Ligado! E pra isso, escolhi minha super amiga - de verdade - Keli Wolinger para fechar com chave de ouro. Ela que está comigo desde o início em sua Caixa de Pandora. Gostaria de agradecer também a participação de todos neste especial. Sem vocês, este espaço não seria a metade do que é.

Um dia desses pensei no que me faz bem e no que me faz mal. Ri. Achei a maior graça das descobertas catatônicas de mim mesmo, é sério porque na real o que está dentro do parêntese é que interessa.

Eu gosto, mas depois de um tempo mudo de gosto, agosto, setembro outros verões o calor dos corpos no frio... do que eu falava mesmo?! Ah sim, de ciclos e elos comigo mesmo. Eu gosto na verdade de gente, de sorrisos sinceros, cabelos ao vento, do sol no fim de tarde, do encontro com os amigos, do abraço que conforta, de quem briga, chora, enfim de quem sente.

Acho graça de quem fala que para gostar de música tem que estar na moda. Deixa eu te contar uma coisa: eu gosto é do que faz meu espírito cantar não importa se é Cazuza, Raul, Djavan, Ivete Sangalo, Maria Gadú, rock, tecno, samba, lambada, ilaiê, tcha tcha, ou xaxado, eu gosto da reverberação dos pelos da pele que se eriçam ao som das melodias. Porque eu tenho o direito de gostar do que bem entender, quanto ao que os outros pensam ah! Meu caro isso é problema deles.

Acho graça de todos que me chamam de arcaica, demodé, eu simplesmente gosto e daí qual a infração cometida de assistir novela, chorar ao ver um filme, viajar ao ler um livro, falar sozinho, fazer careta, comer chocolate de colherinha, dormir de conchinha, ter cobertor de orelha, abraçar meus pais na frente dos amigos, fazer bolinha de sabão, fingir que sou de outro planeta ...as minhas vontades são maiores do que as verdades dos outros.

Faço cara feia, mostro a língua, sinto dor, peço desculpas, perdoo, perco o controle, fico zen, duvido, questiono, respondo, acredito eu sonho. Acima de tudo tenho vírgulas, conjugo tempo, vivo passado, presente e futuro adjetivo esperança. Quer saber, viver da opinião alheia é nociva à saúde e causa envelhecimento da alma.

Qualquer sentimento é bem vindo, viver não dói,

Keli Wolinger
Um excelente fim de semana a todos!

5 comentários:

  1. Fala, seu Brunno! Lendo os textos da Keli e do Britto. Mandaram bem esses garotos, muito bom! Abração!
    André San - www.tele-visao.zip.net

    ResponderExcluir
  2. A Keli Wollinger é da minha cidade que eu sei, hehehe... E diante de tanta ternura deu até vontade de conhecê-la. E Brunno, o especial foi muito bonito e criativo. Adorei participar. Mas querido, senti falta de muita gente aqui. Conversamos depois sobre isso. Abraço tá!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Parabéns pelos 3 anos do blog!! Desejo cada vez mais sucesso para o espaço. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  4. keli wollinger, como sempre, consegue arrancar minhas lágrimas. como pode?

    ResponderExcluir

Aguarde, em breve seu comentário será aprovado... Lembre-se que este espaço é visitado por pessoas de todas as idades e credos, por isso, comentários que ofendam a moral e os bons costumes serão rejeitados. Enquanto isso, aprecie sem moderação!